Amazonas recebe nova remessa de vacinas contra Covid com mais 95,1 mil doses

O Amazonas recebeu, na tarde desta segunda-feira (3), um novo lote de vacinas contra a Covid com 95.100 doses. Essa é a 14ª remessa que chega ao estado e parte dele deve ser direcionado para imunização de gestantes e puérperas.

Das novas doses recebidas, 89.250 são do tipo AstraZeneca/Oxford, produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), enquanto 5.850 doses são do tipo Pfizer/BioNTech, vacina produzida na Bélgica e que teve a primeira remessa distribuída pelo Ministério da Saúde.

De acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), as vacinas do tipo Pfizer atenderão grupos de gestantes e puérperas da capital, conforme critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. As doses da AstraZeneca atenderão grupos prioritários, a serem definidos em nota técnica.

A FVS não informou quando a nota técnica com os novos grupos será definida. Também não há previsão de quando as vacinas começarão a ser distribuídas aos municípios e, assim, serem aplicadas na campanha de imunização.

O carregamento das vacinas que chegou nesta segunda foi desembarcado no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em voo comercial vindo de Guarulhos (SP) pela Latam Linhas Aéreas. O procedimento foi acompanhado por técnicos da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM) e agentes da Polícia Federal (PF).

Escoltado pela PF, o carregamento das vacinas do tipo AstraZeneca foi levado para a FVS, onde foram contabilizadas e armazenadas. Posteriormente, as doses da Pfizer foram transportadas até o Centro de Processamento Celular (CPC) da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam), local que oferece acondicionamento da vacina em freezer científico a temperaturas a -86ºC.

Ela explica que o condicionamento no Hemoam dá maior tempo de utilização, garantindo a qualidade dos imunizantes.

Segundo a FVS, as vacinas Pfizer possuem um esquema vacinal de duas doses, com intervalo de 12 semanas (3 meses). Devido à campanha contra a influenza, o Ministério da Saúde orienta um intervalo de 14 dias entre a vacinação da Covid-19 e da influenza. O órgão reforça a importância de priorizar a vacina contra o novo coronavírus.

O coordenador do CPC do Hemoam, Theomario Theotonio, explica que o local tem capacidade para armazenar cerca de 100 mil doses de vacina.

Vacinação

Dados parciais do Programa Nacional de Imunização, da FVS-AM (PNI/FVS-AM), apontam que 900.305 doses foram aplicadas em todo o estado até esta segunda-feira (03/05), sendo 610.556 de primeira dose e 289.749 de segunda dose.

Remessas

  1. Em 18 de janeiro, o estado recebeu 282.320 doses da CoronaVac;
  2. Em 23 de janeiro foram recebidas 132.500 doses da AstraZeneca/Oxford;
  3. Em 25 de janeiro, o estado recebeu 44.600 doses da CoronaVac;
  4. Em 7 de fevereiro, 96.200 doses da CoronaVac foram recebidas;
  5. No dia 24 de fevereiro foram recebidas 2 mil doses de AstraZeneca, após um erro do Ministério da Saúde. No dia seguinte, o governo recebeu as doses que foram enviadas por engano ao Amapá: 76 mil doses de AstraZeneca e 42 mil doses de CoronaVac;
  6. No dia 3 de março chegaram 62.800 doses de vacinas contra a Covid-19 do tipo CoronaVac ao estado;
  7. Em 10 de março, outras 24.800 doses da Coronavac chegaram ao Amazonas;
  8. Em 17 de março chegaram 49,8 mil doses da CoronaVac;
  9. Em 20 de março, o estado recebeu 221.800 mil doses de vacinas, sendo 180 mil doses da vacina AstraZeneca e 41.800 doses da CoronaVac;
  10. Em 26 de março, mais 44,9 mil doses de vacina foram recebidas, sendo 35 mil doses de CoronaVac e 9,9 mil de AstraZeneca.
  11. Em 1º de abril foram recebidas 88 mil doses da vacina CoronaVac e 10,5 mil da vacina AstraZeneca.
  12. Em 9 de abril, o estado recebeu 53.750 doses, sendo 30.750 de AstraZeneca e 23 mil de CoronaVac.
  13. Em 16 de abril, o Amazonas recebeu 182.650 doses de imunizantes, sendo 30.400 doses da vacina CoronaVac e 152.250 doses da vacina AstraZeneca.
  14. Em 3 de maio, chegaram 95.100 doses, sendo 89.250 do tipo AstraZeneca/Oxford e 5.850 doses do tipo Pfizer/BioNTech.

__ __ __

Foto: Divulgação

Por G1 AM