Dupla é presa suspeita de vender cartas de crédito falsas em Manaus

Dois homens foram presos pela Polícia Civil suspeitos de vender cartas de créditos falsas em Manaus. A prisão ocorreu em um garimpo, em Japurá, no interior do Estado, e eles foram apresentados nesta segunda-feira (3). De acordo com a PC, mais de 200 pessoas caíram no golpe, que vinha sendo praticado há oito meses.

Segundo o delegado titular do 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Torquato Mozer, os homens anunciavam que vendiam veículos por meio de cartas de créditos contempladas. As pessoas, então, os procuravam, para comprar e assim dar entradas em revendas de carros na cidade ou mesmo para retirar os veículos no local indicado.

Após as vítimas comprarem as cartas, os suspeitos pediam um prazo de 30 a 40 dias para fazer a operação financeira, quando aproveitavam para fugir e despistar as vítimas.

Em dezembro, quando começaram a ser feitas as primeiras denúncias, a dupla fugiu para o município de Japurá, distante a 744 quilômetros em linha reta de Manaus. De lá, eles seguiram para um garimpo na zona rural da cidade, onde foram encontrados pela polícia.

De acordo com Mozer, mais de 20 pessoas já foram ouvidas e os relatos são, praticamente, os mesmos. A polícia estima que o prejuízo esteja estimado em R$ 500 mil e que possa, inclusive, haver mais pessoas envolvidas no esquema criminoso.

A dupla deve responder pelo crime de estelionato.

Por Matheus Castro, G1 AM