Cheia do Rio Amazonas alcança recorde histórico em Parintins

A cheia do rio Amazonas atingiu, neste sábado (15), a marca da maior enchente já registrada em Parintins, município distante 369 quilômetros de Manaus. De acordo com os dados da régua fluviométrica do Serviço Geológico do Brasil, que é monitorada pela Defesa Civil do município, o rio Amazonas alcançou a marca de 9,38 metros.

De acordo com os órgãos de monitoramento fluviométrico do estado, esse nível só tinha sido alcançado em 2009, ano da maior cheia já registrada na região. Naquele ano, a marca de 9,38 metros só foi alcançada no dia 17 de junho – ou seja, a marca histórica de 2021 foi alcançada com mais de um mês de antecedência.

Com o rio em situação de transbordamento fora da média, a enchente causa uma série de prejuízos. De acordo com a Defesa Civil do estado, Parintins tem 47 mil pessoas afetadas em todo município.

Na cidade, 9 bairros registram pontos de alagamento, o que dificulta o trânsito e obrigada muitos moradores a abandonarem as casas. Desde abril, a cidade vem sendo atingida pela enchente.

Nas comunidades rurais, produtores contabilizam perdas de safras inteiras por conta da inundação das produções.

*Texto e Foto: Jean Beltrão/Rede Amazônica