Auxiliar de produção morre ao reagir assalto no Riacho Doce, em Manaus

MANAUS –  O auxiliar de produção Augusto Henrique Silveira, de 20 anos, pode ter sido mais uma vítima de assaltantes em Manaus. Ele foi baleado com um tiro na boca após um suposto assalto. Mesmo tendo sido socorrido, ele não resistiu e morreu no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na Zona Leste de Manaus. 

O caso ocorreu na noite de terça-feira (9), por volta das 20h30 na rua Jatapu, da comunidade Riacho Doce, no bairro Cidade Nova, na Zona Norte de Manaus. 

Conforme informações do sargento Januário da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o homem estava aguardando a rota para ir trabalhar sentado em uma calçada e ouvindo música pelo celular. Ele foi surpreendido por dois criminosos em uma motocicleta. 

“Durante a ação criminosa, a vítima acabou baleada e foi socorrida a unidade hospitalar. Câmeras de segurança da área poderão ajudar a esclarecer o crime”, relatou o policial. 

Inicialmente Augusto foi encaminhado ao Serviço de Pronto Atendimento Danilo Corrêa, naquele mesmo bairro, mas foi necessária a transferência dele ao Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, onde ele acabou não resistindo aos ferimentos.

O corpo dele foi levado ao necrotério da unidade hospitalar e removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML), onde deve passar por exame necroscópico.  

O caso será investigado pela Polícia Civil e pode se tratar de um latrocínio já que os suspeitos levaram o aparelho celular da vítima.

__ __ __

Texto e Foto: Suyanne Lima