Por aglomeração em cassino, Gabigol pode ter de pagar 100 salários mínimos

O Ministério Público de São Paulo propôs à Justiça que Gabigol, pague 100 salários mínimos (R$ 110 mil) ao Fumcad (Fundo Municipal da Criança e do Adolescente) após toda a confusão em que o craque se envolveu no último fim de semana. 

O atacante do Flamengo foi flagrado pela polícia na madrugada do último domingo (14) em aglomeração com cerca de 150 pessoas em um cassino clandestino na Vila Olímpia, bairro nobre na zona sul da capital paulista. 

De acordo com informações do jornal ‘Extra’, o pedido foi feito pela promotora Regiane Vinche Pereira, e o jogador pode responder por crime contra a saúde pública, previsto no artigo 268 do Código Penal, que fala em “infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa”. 

O jogador desrespeitou o decreto estadual que proíbe festas e aglomerações durante a pandemia da Covid-19. Recentemente, o governador João Doria anunciou medidas mais restritivas no Estado de São Paulo para tentar frear o avanço da doença, já que o estado enfreta o pior momento da pandemia, com superlotação em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e recordes sucessivos de mortes. 

Segundo o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, do Dope (Departamento de Operações Policiais Estratégicas) o jogador foi encontrado embaixo de uma mesa no cassino, e teria sido arrogante com as autoridades. 

Em entrevista à Globo, o atleta alegou que não sabia o que funcionava no local e que apenas se encontrou com amigos para um jantar. No entanto, admitiu que “faltou sensibilidade” da parte dele.  

“Era meu último dia de férias e estava feliz de estar com meus amigos, um momento que a gente quase não tem. Então, faltou sensibilidade”, disse o craque, que não recebeu punição do Flamengo e voltou a treinar com o elenco normalmente na última segunda (15). 

“Não tenho costume de jogar em cassino, a única coisa que eu jogo é videogame. Estava com meus amigos, fomos comer. Quando a gente estava indo embora, a polícia chegou mandando todo mundo ir para o chão”, completou ele na entrevista exibida pelo Fantástico. 

__ __ __

Foto: Instagram/@gabigol

Fonte: JETSS