Homens são presos suspeitos de estupro contra crianças da mesma família no interior do AM

Dois homens, de 44 e 41 anos, foram presos na manhã desta quinta-feira (20), em cumprimento a mandado de prisão preventiva por estupro de vulnerável em Careiro Castanho, no interior do Amazonas. Segundo a polícia, os homens são parentes das vítimas.

A ação foi feita durante a operação Sodoma, deflagrada em alusão à campanha “Faça Bonito”, que remete ao dia 18 de maio, data que simboliza a luta contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes, e contou com apoio da 35ª DIP do Careiro da Várzea e da Delegacia Fluvial (Deflu).

De acordo com o delegado David Jordão, titular da 34ª DIP, as investigações acerca do caso tiveram início há três meses, após denúncias recebidas pelo Conselho Tutelar.

Foi verificado que um menino, que tinha 10 anos na época dos fatos, estava sendo abusado sexualmente pelo seu padrasto, conforme o delegado. Os abusos aconteciam na casa deles, e o homem persuadia a criança usando presentes como atrativos.

Ainda conforme o delegado, durante a apuração da primeira ocorrência, foi identificado que o primo do suspeito também teria abusado deste menino e de mais um, em janeiro deste ano, e ele também usou presentes para atrair as vítimas.

A polícia apreendeu cartas em que as vítimas solicitavam os presentes dos criminosos. Ainda de acordo com a autoridade policial, os mandados de prisão em nome dos homens foram expedidos, nesta terça-feira (18), pelo juiz Roberto Santos Taketomi, da Vara Única da Comarca do Careiro Castanho.

Os dois homens responderão pelo crime de estupro de vulnerável, e ficarão na carceragem da unidade policial à disposição da Justiça. As crianças serão encaminhadas para atendimento no Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), daquele município.

Foto: Arquivo pessoal

Por G6561 AM