Nascidos em agosto podem sacar o auxílio emergencial 2021 nesta terça (13)

Confira o calendário completo de depósitos e saques da Caixa

SÃO PAULO

A partir desta terça-feira (13), beneficiários do auxílio emergencial 2021 nascidos em agosto podem sacar ou transferir a terceira parcela creditada na poupança digital da Caixa Econômica Federal em 26 de junho.

O dinheiro do auxílio emergencial fica disponível por 90 dias, contados a partir da liberação na conta informada pelo trabalhador.

Primeiro, o valor é liberado para ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas básicas, como luz e água, compras pela internet e em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

O beneficiário que deixou saldo na conta pode sacá-lo ou transferi-lo para outra conta, assim que a Caixa libera a operação.

Para realizar o saque em dinheiro, é preciso fazer o login no aplicativo Caixa Tem, selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”.

Depois, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, com validade de uma hora.

O código deve ser utilizado para saque em dinheiro nas agências, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui.

As agências do banco abrem de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. A Caixa afirma que não é preciso madrugar ou chegar antes do horário de abertura. “Todas as pessoas que procurarem atendimento durante o horário de funcionamento serão atendidas”, ressalta o banco federal.

Se preferir transferir a grana, basta clicar na opção “Transferir dinheiro” e informar a quantia e os dados da conta para onde deseja enviar o valor.

Inicialmente previsto para ter quatro parcelas, o auxílio emergencial terá sete parcelas. Os calendários das parcelas de agosto, setembro e outubro será divulgado na próxima semana, segundo o ministro da Cidadania, João Roma, em entrevista ao programa “A voz do Brasil”. As parcelas terão os mesmos valores.

Valores das parcelas

Mulheres chefes de famílias monoparentaisR$ 375
Famílias que não são monoparentais femininasR$ 250
Pessoa de família unipessoal (que mora sozinha)R$ 150

Calendário da 3ª e 4ª parcelas do auxílio emergencial 2021

CRÉDITO NA CONTA

Mês de nascimento3ª parcela4ª parcela
JaneiroJá pago23 de julho
FevereiroJá pago25 de julho
MarçoJá pago28 de julho
AbrilJá pago1 de agosto
MaioJá pago3 de agosto
JunhoJá pago5 de agosto
JulhoJá pago8 de agosto
AgostoJá pago11 de agosto
SetembroJá pago15 de agosto
OutubroJá pago18 de agosto
NovembroJá pago20 de agosto
DezembroJá pago22 de agosto

SAQUE DO VALOR

Mês de nascimento3ª parcela4ª parcela
JaneiroJá pago13 de agosto
FevereiroJá pago17 de agosto
MarçoJá pago19 de agosto
AbrilJá pago23 de agosto
MaioJá pago25 de agosto
JunhoJá pago27 de agosto
JulhoJá pago30 de agosto
Agosto13 de julho1 de setembro
Setembro14 de julho3 de setembro
Outubro15 de julho6 de setembro
Novembro16 de julho8 de setembro
Dezembro19 de julho10 de setembro

BOLSA FAMÍLIA

Final do NIS3ª parcela4ª parcela
1Já pago19 de julho
2Já pago20 de julho
3Já pago21 de julho
4Já pago22 de julho
5Já pago23 de julho
6Já pago26 de julho
7Já pago27 de julho
8Já pago28 de julho
9Já pago29 de julho
0Já pago30 de julho

Atendimento

Em caso de dúvidas, os beneficiários podem ligar para a central telefônica 111 da Caixa, que funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h, gratuitamente. O banco disponibiliza, ainda, o site auxilio.caixa.gov.br.

Quem recebe auxílio?

  • O auxílio emergencial 2021 será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo
  • É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível ao auxílio emergencial até o mês de dezembro de 2020
  • Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso. O beneficiário recebe o maior valor, seja a parcela paga no programa, seja a do auxílio emergencial

Por Folha.uol