IMUNIZAÇÃO

Prefeitura disponibiliza 51 pontos para vacinação contra a Covid-19 entre os dias 10 e 14/1

A Prefeitura de Manaus vai disponibilizar 51 pontos para a vacinação contra a Covid-19 no período de 10 a 14/1 (segunda a sexta-feira). Haverá a oferta dos imunizantes em unidades de saúde, policlínicas, clínicas da família, Centros de Atenção Integral à Criança (Caic) e ao Idoso (Caimi), em pontos estratégicos, inclusive um que atende em sistema de drive-thru e na carreta da vacina. Os endereços e horários de atendimento podem ser consultados no site da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que coordena a campanha na capital, por meio do link https://bit.ly/localvacinacovid19.

A Semsa alerta que a dose de reforço do imunizante Janssen estará disponível em 15 pontos. Doze pontos são referência para o imunizante CoronaVac. A orientação é que seja feita a consulta, inclusive nas redes sociais, nos perfis oficiais da secretaria: Semsa Manaus, no Facebook, e @semsamanaus, no Instagram.

Excepcionalmente nesta segunda-feira, 10/1, não haverá vacinação na UBS Deodato de Miranda Leão, na Glória, em razão da realização de serviços na rede elétrica do bairro, no horário de 8h às 15h, pela concessionária de energia.

Documentos

Outra orientação da Semsa é quanto aos documentos necessários para receber a vacina. Para a primeira dose, adolescentes de 12 a 17 anos precisam estar acompanhados pelo pai, mãe, ou uma pessoa maior de 18 anos. Também será necessário apresentar um documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF ou Cartão Nacional do SUS (CNS). Quem tem 18 anos ou mais, basta levar o documento de identidade original, com foto e o CPF.

No caso da segunda dose, é preciso apresentar o documento de identificação, o CPF e a carteira de vacinação com o registro da primeira dose.

Para a dose de reforço, as pessoas de 18 a 59 anos e trabalhadores de saúde devem apresentar identidade, CPF e a carteira de vacinação com o registro das duas doses. No caso das pessoas de 60 anos e mais, documento de identidade, CPF e o cartão de vacinação com a comprovação da segunda dose há três meses ou mais.

Quarta dose

Para receber essa dose adicional, é necessário apresentar um documento de identificação com foto, CPF ou Cartão Nacional do SUS e laudo, exame ou receita – original e cópia, que ficará retida para controle. A relação dos documentos específicos está disponível nas redes sociais da Semsa.

Nessa situação se enquadram pessoas que tenham imunodeficiência primária grave; as que estejam fazendo quimioterapia ou radioterapia para tratamento de câncer; os transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras; pessoas vivendo com HIV/Aids; as que fazem uso de corticoides em doses igual ou maior que 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por 14 dias ou mais; as que façam uso de drogas modificadoras da resposta imune; pacientes em hemodiálise; e pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias).

Texto – Sandra Monteiro / Semsa
Fotos – Marcely Gomes / Arquivo Sem